Escolas públicas vão testar método de ensino sem aulas e provas

Duas escolas estaduais do Mato Grosso do Sul – Waldemir de Barros da Silva e Manoel Bonifácio Nunes da Cunha – irão reformar radicalmente sua metodologia. A renovação foi inspirada na Escola da Ponte, em Portugal, pioneira e referência nos métodos experimentais de ensino.

As escolas irão abolir a divisão por disciplinas, as provas e as lições expositivas.  Os professores se tornarão orientadores de estudo, auxiliando nas pesquisas e seus desdobramentos. A separação por séries também vai mudar: cada aluno vai avançar de acordo com seu tempo de aprendizado, suas demandas e especificidades.

Segundo a secretaria de educação do estado, a avaliação se dará em cima da produção diária do estudante, de forma contínua, formativa e preventiva. O objetivo é que o modelo, após o teste no Mato Grosso do Sul, venha a ser implantado em outras escolas que se interessem em reformar seus métodos.

ESCOLAMS5

Via Hypeness