Comunidade de Porto Alegre transforma espaço abandonado em centro cultural gratuito

Via Razões Para Acreditar

No bairro da Azenha, em Porto Alegre, é possível conhecer um espaço que tem a cara dos novos tempos: a Ocupação Pandorga.

Um espaço dedicado para “brincadeiras, conversas, movimentos e acesso à cultura entre os jovens que moram ali perto”, conforme descreveuViviane Noda no The Green Post.

“Esse lugar estava abandonado há 10 anos pela prefeitura. Agora ele foi cedido para a ESPM por 30 anos, o que não poderia ter acontecido. A lei determina que o uso do espaço é prioritário para moradia popular e espaço de cultura da comunidade lindeira”, explicou Antu, um dos participantes.

Mas um grupo de pessoas bem intencionadas se reuniu e transformou aquele lugar em um ambiente coletivo, repleto de cursos e interação. Cada um oferece o que tem ou o que sabe. Têm aulas de maculele, inglês, circo, malabares, capoeira, teatro, sessões de cinema e debates.

“Enfim, ao longo desses 07 meses de Ocupação Pandorga inegavelmente APRENDEMOS por demais! E nessas aprendizagens é visível que TRANSFORMAÇÕES realizamos! O espaço que era ócio, agora floresce ARTE, CULTURA & EDUCAÇÃO. As pessoas que por ali apenas passavam, hoje param curiosas no portão, admiram as muvucas que ali acontecem nas oficinas, retornam com mais gente e participam dos movimentos da nossa Pandorguita. Crianças, jovens, adulxs, idosxs… a nossa Ocupa constantemente se faz com o compartilhamento das energias de TODOS!”, escreveram em sua página oficial no Facebook.

12745537_1708294632746891_71017052431277659_n 12743806_1708596162716738_1798897924763259866_n