Um Rio imaginado

As obras do VLT no centro do Rio revelaram a existência de um projeto praticamente igual ao recente, porém realizado há mais de 100 anos. Ou seja, mais de um século depois, o Rio chega à mesma conclusão de que o transporte sobre trilhos é mais eficiente e público que o baseado em petróleo (gasolina + asfalto).

bonde centro rio

Entretanto, quantos não foram os projetos imaginados para a melhoria dos habitantes da cidade e que nunca saíram do papel? Quando ideias e soluções criativas se perderam com o passar do tempo e das administrações?!

A revista digital “Astrolábio“, do Instituto De Arte Tear​, publicou uma matéria muito interessante em que mostra um Rio que nunca existiu, mas que foi sim, imaginado e muitas vezes para a melhoria da vida coletiva, algo um pouco distante dos tempos atuais:

Esse Rio tem doze linhas de barcas, seis de metrô; tem um complexo marítimo em Ipanema com três pavimentos subterrâneos; um bonde elevado que percorre toda a Zona Sul e segue até Petrópolis; uma praça monumental em estilo art déco e com palmeiras enfileiradas; ônibus movidos a hidrogênio, que não poluem nem fazem barulho; uma cidade universitária modernista na Quinta da Boa Vista.”

Confira a matéria na íntegra, clicando aqui no imagem abaixo:

agache_praca