Marcelo Badaró : Se a cidade fosse nossa, da maioria trabalhadora da população

O historiador Marcelo Badaró dá o seu depoimento ao movimento Se a Cidade Fosse Nossa! Confere aí!

“Se a cidade fosse nossa – da maioria trabalhadora da população – o Rio deixaria de ser a Capital do Capital. Assim, trabalho urbano, moradia, transporte, educação e saúde deixariam de ser regidos pela lógica da acumulação e do lucro e seriam garantidos por todxs para todxs, como parte de uma vida cheia de sentido”.